Qualquer mulher deseja se sentir mais bonita e atraente, e isso não é diferente quando essa mulher é mãe e está no período de amamentação.

Isso é muito importante para uma mãe, desde o nascimento do bebê, é possível que aconteça algumas mudanças, não somente na aparência, mas no modo de vida como um todo.

Pode ser que ela ganhe uns quilinhos a mais, e isso interfira na pele, ou ainda nos cabelos, uma vez que acontece alterações hormonais, etc. E esse conjunto de mudanças pode causar insatisfação, insegurança e outras sensações desagradáveis.

Portanto, quero falar sobre quais procedimentos são possíveis e bons durante a lactação, a fim de que você se sinta linda como deseja.

cuidados com a beleza durante a amamentação
bebe recem nascido

Portanto tudo é possível para uma mãe que amamenta

Como você sabe, o leite é produzido a partir do sangue e da linfa (um líquido transparente esbranquiçado, e levemente amarelado ou pode ser rosado, também alcalino e salgado, formado pelo plasma sanguíneo, proteínas e glóbulos brancos) de uma mulher; portanto, apenas o que entra na corrente sanguínea geral é prejudicial. 

No entanto, algumas substâncias não entram no leite, pois são constituídas por moléculas muito grandes. Mas se entrar na corrente sanguínea, você precisará esperar até que seja excretada.

Após um procedimento específico, às vezes é recomendável expressar imediatamente o leite acumulado no seio e depois alimentá-lo sem medo. De fato, é melhor adiar um pouco a alimentação, pois o bombeamento não ajuda a limpar a corrente sanguínea.

Mas, ao mesmo tempo, você deve ter em mente que, mesmo que alguns procedimentos sejam seguros para o bebê, a mãe pode ter um efeito inesperado devido a alterações hormonais no corpo.

Praticar esporte

O esporte durante a amamentação não é de todo contraindicado. 

Importante que não haja exagero, pois cargas de energia excessivas podem reduzir a quantidade de leite. É recomendado começar o exercício não antes de 6-8 semanas após o parto.

Já pelo oitavo ou nono mês pode aumentar os exercícios e engajar-se com força total, pois mesmo que o leite diminua, sua deficiência pode ser preenchida com os alimentos complementares.

É melhor amamentar o bebê um pouco antes do treino, isso vai permitir mais conforto e os seios ficaram menos cheios. Verifique se, durante exercícios intensos nos músculos, o ácido lático é liberado, que penetra no leite materno e pode mudar levemente seu sabor do leite.

Se, ao mesmo tempo, a criança começar a se recusar a amamentar (felizmente isso não acontece com frequência), é melhor adiar o esporte por algum tempo.

Usar piscina ou sauna

Você pode fazer uso da piscina desde que não haja ferimentos e rachaduras nos mamilos, pois esse é uma porta aberta para a infecção, que pode facilmente penetrar no ambiente aquático. Se a água for altamente clorada, você precisa tomar um bom banho antes de alimentar o bebê.

Quanto aos banhos e saunas, eles podem aumentar e diminuir a quantidade de leite. Portanto, comece com cautela e monitore cuidadosamente a lactação. 

Se sentir que o leite está reduzindo, nesse aso é melhor adiar até o oitavo ou nono mês do bebê, quando já são introduzidos alimentos complementares. 

E ainda pode ocorrer vazamento de leite durante a sessão, o que pode causar desconforto.

Portanto, se a mãe tiver hiperlactação, é melhor não fazer um banho de sauna e em qualquer processo inflamatório no corpo, incluindo lactostase, também deve evitar.

fazer dieta para perder peso

Fazer dieta para perder peso

Se não houver oportunidade de praticar esportes para restaurar a forma, mas você quiser ter uma boa aparência, tente seguir uma dieta. De fato, a natureza estipula que, se a mãe que amamenta não comer em excesso, o peso começará a diminuir por si só, pois são necessárias cerca de 500 calorias por dia para produzir leite. 

Mas se isso não acontecer, você poderá reduzir o número de calorias consumidas para 1500-1800 e perder peso em cerca de 450 a 500 gramas, por semana.

Nesta situação, não deve haver danos à lactação. Nesse caso, a dieta deve ser equilibrada, ou seja, proteínas, gorduras e carboidratos certamente devem estar presentes na dieta de uma mãe que amamenta. 

Como o bebê necessita das vitaminas e minerais, isso não deve ser ignorado. Se, ao fazer dieta com deficiência de calorias, não acontecer a perda de peso, pode acontecer de quando o bebê atingir 9 meses de idade, tenha ausência de vitaminas.

Portanto, o acompanhamento de um médico especialista nessa área é fundamental

Nota: o uso de medicamentos para emagrecer sem um direcionamento médico é totalmente imprudente. Tomar remédios para limpeza do intestino como uso de diuréticos é impensável.


Mesmo que pareça inofensivo, à primeira vista, isso pode comprometer a lactação e o bebê. E as substâncias ativas de quase todos os meios para perda de peso com a amamentação não são compatíveis. Isso pode ser facilmente verificado usando o guia eletrônico de medicação. A pílula mágica ainda não foi inventada.

Sobre coloração de cabelos com químicas

Cuidar da aparência colorindo os cabelos ou mesmo fazer uma progressiva de preferência sem formol e com produtos naturais, é normal. Além de te fazer bem, isso geralmente não costuma ser prejudicial à amamentação. 

No entanto, tenha a orientação de tomar alguns cuidados necessários, como por exemplo fazer esse processo em uma área bem ventilada. E mesmo depois que terminar e lavar seus cabelos, é recomendado que fique um pouco ao ar livre, pois assim o cheiro dos produtos não fique tão evidente.

Pedicure e manicure e unhas de gel

Cuidar das unhas das mães e dos pés indo na manicure e pedicure, é super normal, desde que sejam tomadas as devidas precauções contra infecções, e é necessário observar se tem esterilidade nos instrumentos. 

Quanto ao revestimento decorativo das unhas como verniz, ou ainda aplicação de unha em gel, isso também não é contraindicado, mas é aconselhável fazê-lo em uma sala ventilada sem a presença da criança. 

Fazer depilação

A depilação é totalmente segura para uma mãe que está em processo de amamentação. Mas, não é recomendado o uso de um depilador que use cera quente, uma vez que isso pode causar dores em varizes, ou ainda inflamação da pele.

Sobre sessão de bronzeamento

Com reação ao bronzeamento não é contraindicado para uma mãe que está dando de mamar ao seu bebê. Porém, é bom não exagerar, já que a dose de radiação ultravioleta usada em uma sessão de bronzeamento é muito maior que um bronzeado solar, isso precisa ser monitorado.

Além disso, sob a influência de um alto teor de prolactina no sangue, a luz ultravioleta pode provocar o aparecimento de neoplasias na pele.

Entenda que uma dose segura para um bronzeamento, deve ser no máximo 1 vez por semana. E não se esqueça de cobrir o peito durante a sessão, e se por acaso tiver lactostase ou mastite, o banho de sol é proibido.

Uso de produtos anticelulite

É recomendável que não se use produtos que combatem a celulite, durante a lactação, porque, agindo sobre o metabolismo, eles não redistribuem a água no organismo em favor da formação de leite.

Além disso, com a massagem anticelulite, as toxinas são inevitavelmente liberadas e podem entrar na corrente sanguínea, o que é ruim para o bebê. É melhor adiar os medicamentos anticelulíticos, se não até o final da lactação, pelo menos até que o bebê tenha 8 a 9 meses de idade.

Massagem pode ou não?

Como já foi mencionado, é melhor adiar a massagem anticelulite. Mas, se a massagem for feita por um profissional e com toda segurança a mãe isso não deve fazer mal algum. É verdade que deitar de bruços durante a massagem deve ter cuidado para não apertar os seios.

No entanto, antes da sessão, seria bom amamentar o bebê nos dois seios. Se você sentir o menor desconforto, é melhor interromper a massagem, pois você pode obter o efeito oposto, em vez do relaxamento e prazer desejados, o hormônio adrenalina, que é um inimigo conhecido da lactação.

Já uma massagem agradável ajuda a suavizar os contornos do corpo e remover o excesso de líquido. Uma massagem na zona do colar cervical é ideal, como regra, causa uma sensação agradável para a mãe e, assim, aumenta a produção e a saída de leite. A massagem de drenagem linfática da mama deve ser realizada somente com um bom especialista.

óleos essenciais e aromaterapia

Óleos essenciais aromáticos e aromaterapia

Aromaterapia é uma ótima maneira de relaxar, e os óleos essenciais aromáticos são um verdadeiro milagre para a beleza. Mas isso deve ser usado com cuidado, pois nem todos os óleos são seguros para o bebê. Eles entram muito facilmente na corrente sanguínea, e assim no leite materno, o que cria uma carga adicional no fígado do bebê e também traz o risco de alergias.

Se você ainda usa óleos essenciais, observe as precauções, ou seja, os óleos essenciais devem ser diluídos com a base pelo menos duas vezes; é melhor reduzir a dosagem e o tempo de operação. E certifique-se de usar apenas óleos naturais de boa qualidade e não os sintéticos.

Piercings e tatuagens e maquiagem permanente

O piercing, com exceção no mamilo, é bastante inofensivo ao considerar os padrões de segurança.

Consequências desagradáveis ​​também podem ocorrer, como obstrução do ducto de leite devido a uma cicatriz no mamilo, dormência, etc. Perfurar os mamilos durante a lactação definitivamente não vale a pena.

Quanto às tatuagens, se já são existentes não tem problema algum. E se você realmente quiser se fazer uma nova – poderá fazê-la com cuidado. 

Deve-se ter em mente que, ao aplicar uma tatuagem, uma quantidade enorme de adrenalina é liberada e a dor e o estresse podem afetar adversamente a quantidade de leite. Além disso, as moléculas de tinta são pequenas e penetram facilmente na corrente sanguínea.

Maquiagem e cremes para o rosto

Uma vez que os usamos, se não todos os dias, frequentemente, a escolha deve ser abordada com cuidado. É aconselhável comprar esse tipo de produto em lojas especializadas, focar na composição natural. 

Quanto aos cremes e loções, é melhor usar produtos não alcoólicos e simples para hidratar e suavizar a pele (“use para peles sensíveis”) já cremes contra rugas, acne, etc. é melhor esperar o final da amamentação.

E não se esqueça de usar água pura para limpeza da pele, pois seu uso afeta perfeitamente a lactação e a condição da pele.

Precauções de segurança

Para você mamãe usar os produtos com segurança durante a amamentação, é aconselhável ler atentamente a composição de um produto cosmético para evitar consequências indesejáveis.

Evite o uso de produtos que contenham elementos que possam entrar no sangue (agentes cancerígenos: DEA – dietanolamina, TEA (tritanolamina), BHT (hidroxitolueno butilado) e substâncias tóxicas: NDGA (Nordihydroguaiaretic), octildimetil PABA, Padimate-O, PABA sintéticos (a maioria um grande número deles é encontrado em cremes para bronzear), produtos químicos para desreguladores endócrinos – EDS, parabenos metil, isopropil e butil, ácido benzóico – ácido benzóico e seus sais (aditivos alimentares E210, E211, E212, E213). Também é aconselhável evitar produtos com perfume de sabores artificiais, pois é muito alergênico.

Assim, sendo as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) sobre amamentação para bebês de até 2 anos ou mais não devem assustar uma mãe, pois o autocuidado pode ser perfeitamente combinado com a lactação. 

Importante:

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) também recomenda que a mãe deve iniciar a amamentação logo nos primeiros 60 minutos de vida do bebê, pois com esse alimento é a forma mais completa de proteger e cuidar da saúde dos bebês até os seis meses de idade e, de maneira completar, até os dois anos.

Se você gostou dessas informações, por favor deixe um comentário sobre alguma dúvida e também compartilhe com seus amigos. Confira outros assuntos sobre o universo da maternidade aqui em nosso site. Agradeço e até a próxima.

Leave a comment