Como proteger a pele do bebê no inverno? Dicas Fáceis

Como proteger a pele do bebê no inverno? Um passeio ao ar livre é bom e fortalece seu sistema imunológico mesmo no inverno. O que poucas pessoas sabem no entanto, é que nos meses mais frios também significa estresse para a pele. Como proteger a delicada pele do bebê no inverno!

As diferenças de temperatura no corpo no exterior e o interior raramente são maiores do que no inverno. Enquanto roupas quentes protegem o corpo do bebê, sua pele fica diretamente exposta ao clima. O ar quente e seco também aquece a pele das crianças. Descubra aqui como você pode cuidar adequadamente do seu bebê no inverno e evitar a pele seca.

 

Como proteger a pele do bebê no inverno
Como proteger a pele do bebê no inverno

Como proteger a pele do bebê no inverno

Um passeio ao ar livre é bom para o bebê e fortalece seu sistema imunológico, mesmo no inverno. Os pequenos também gostam de passear mesmo se o clima está mais frio. É claro, que o vento frio e as alterações de clima interferem na pele mesmo das crianças. 

Já fica aqui uma dica, ao sair com o bebê no inverno para passear ou mesmo por qualquer outro motivo, ao chegar em casa, dê um banho na temperatura ideal nele, ou seja não muito quente e nem frio, essa é um dica de como proteger a pele do bebê no inverno.

Este banho alternado exerce uma enorme pressão sobre a pele dos adultos, e na delicada pele do bebê, porque sua proteção natural ainda não está totalmente desenvolvida. É por isso que é particularmente sensível à mistura fria e quente. Para proteger a pele do bebê, ela deve ser cuidada intensivamente, de preferência com produtos especiais.

 

Cuidados intensivos para o bebê no inverno

O inverno exige muito da nossa pele. Os ventos mais fortes e as temperaturas baixas os torna tensas e ásperas. De volta ao calor, ou seja, dentro de casa, temperatura já muda, e a pele sente isso. A consequência dessa constante mudança de temperatura é a pele seca, especialmente no rosto, que geralmente não pode ser protegida das influências ambientais estressantes da roupa.

Cuidados intensivos são, portanto, necessários para combater a irritação dolorosa da pele. Isto é especialmente verdade para o seu bebê, cuja pele é muito mais sensível que a sua.

Especialmente no inverno, é importante beber líquido o suficiente. Assim, o corpo também beneficiado com umidade suficiente por dentro. Também pode ajudar a aumentar a umidade usando toalhas molhadas ou ainda uma tigela cheia de água no aquecedor. Também é aconselhável não usar banhos muito quentes no inverno, pois eles também ressecam a pele.

Veja também: Quando dar água para o bebê?

 

Exigências especiais da pele do bebê

Nos adultos, a pele oferece uma barreira eficaz contra influências externas, como clima, poluentes e patógenos. Devido à estrutura imatura da pele, essa função protetora ainda não está disponível de maneira ideal em crianças, e é por isso que elas são muito mais suscetíveis a ter irritações na pele que você.

Isto é principalmente devido ao fato de que as glândulas sebáceas em bebês e crianças pequenas ainda não estão totalmente funcionais. Como resultado, a pele não é apenas muito pobre em gordura, nem se desenvolve o chamado “revestimento protetor ácido”, que desempenha um papel importante na defesa contra germes e outros poluentes. 

 

Produção de sebo na pele do bebê

A baixa produção de sebo da pele do bebê também significa que a estrutura das camadas superiores da ainda é muito instável. Durante o desenvolvimento da pele, o sebo serve como um tipo de cola entre as células da pele, que pode então se compactar em uma estrutura sólida.

Sem o sebo como elemento de conexão, a pele é muito permeável, tanto internamente, porque os patógenos podem penetrar no corpo ainda mais facilmente, como externamente, porque não pode vincular bem a água e muita umidade é perdida pela pele.

A pele fina e imatura do seu bebê é, portanto, muito sensível ao frio, vento, calor e fortes flutuações de temperatura. Como seu bebê é frequentemente confrontado com mudanças de influência no inverno, é especialmente importante agora fornecer à pele gordura e umidade suficientes e estabilizar a função de barreira da pele através de cuidados regulares.

 

Como proteger a pele do bebê no inverno

A pele do bebê seca facilmente devido à alta perda de umidade no inverno. As consequências da pele seca em bebês são frequentemente manchas vermelhas e com coceira. A coceira resultante não é apenas desconfortável, mas também pode causar feridas e lesões na pele devido a arranhões ou fricção e, portanto, levar a infecções ou inflamação.

Se a pele do bebê secar excessivamente, podem aparecer rachaduras, que também pode ser uma porta aberta para germes e bactérias. 

A desidratação afeta as áreas da pele expostas ao clima sem proteção. Como o bebê costuma ficar enrolado no inverno, a pele do rosto e dos lábios é afetada principalmente. Portanto, você deve proteger essas áreas com um creme facial adequado e cremes ricos em gordura.

  • Lábios: Os lábios do seu bebê não possuem glândulas sebáceas, e é por isso que o corpo não pode formar gordura lá para mantê-lo flexível e proteger contra o frio. Devido ao aumento da salivação nos bebês, os lábios também ficam secos. Portanto, você deve manter essa área sensível hidratada. Usar manteiga de cacau para os lábios pode ser muito eficiente. Dessa forma, você pode aplicar facilmente as substâncias nutritivas nos lábios do seu filho, repetindo várias vezes quando estiver fora de casa. Ao comprar, no entanto, verifique se não há sabores, fragrâncias ou cores artificiais.
  • Rosto: A melhor maneira de proteger a pele delicada do rosto do bebê no inverno é usar cremes com alto teor de gordura. Esses cremes protegem a pele e a torna resistente a influências externas. É melhor evitar cremes que são principalmente à base de água. 

Depois que voltar do passeio, é importante remover o creme oleoso do rosto. Isso ocorre porque um acúmulo de calor pode se desenvolver sob a camada de gordura em ambientes, o que pode resultar em erupções cutâneas ou feridas. Portanto, limpe o rosto do seu filho com um pano macio.

Confira também um artigo sobre dicas para identificar e cuidar das erupções do bebê.

Também é aconselhável acalmar a pele irritada com um creme calmante. Ingredientes à base de plantas como camomila ou calêndula são muito bons. O ingrediente ativo pantenol também é recomendado.

Mesmo no inverno, muitas vezes é aconselhável usar um creme com alto fator de proteção solar ao cuidar do bebê. Como os raios do sol são refletidos pela neve em até 80%, é por isso que a potência do sol no inverno não deve ser subestimada. Portanto, escolha um creme com fator de proteção solar de pelo menos 20 em dias ensolarados.

 

Você pode levar um recém-nascido para o ar frio do inverno?

Os bebês se sentem bem com ar fresco e fresco. A maioria dos bebês dorme bem ao ar livre em um passeio. Os estímulos de temperatura fortalecem o sistema imunológico da criança e, assim, previnem resfriados. Enquanto crianças com resfriado não tiverem febre, elas também devem ser levadas para fora de casa todos os dias.

O frio deve ser apreciado com cautela: seu bebê teve um calor calórico na barriga por nove meses. É preciso se acostumar. Você definitivamente deve ficar em casa pelos primeiros dias.

Se seu bebê tiver peso normal e saudável, você poderá iniciar pequenas viagens, mas devem ser por períodos menores, uns 20 minutos. Agasalhe bem seu seu bebê, e verifique regularmente se ele quente o suficiente. Isso é melhor sentido na área do pescoço. 

 

Dicas para ambientes fechados

  • Não é muito quente. Os bebês têm glândulas sudoríparas pouco desenvolvidas. Eles não percebem quando está muito quente ou frio. 20 graus de temperatura ambiente são ideais.
  • Ótimo clima. O ar seco de aquecimento estica as membranas mucosas dos pequenos. Coloque panos úmidos no aquecedor e teste a umidade, ela deve ser de 50 a 70%.
  • A ventilação é essencial. O berço deve ser protegido, nem muito perto da janela nem da porta. Caso contrário, o pequeno pode pegar um resfriado facilmente.
  • Luz solar. Especialmente nos meses de inverno durante o dia, os pequenos precisam de luz em sua casa para poder produzir vitamina D. Isso é importante para a construção óssea.
  • Contato corporal. O contato corporal é muito importante nos primeiros meses de vida, para que eles desenvolvam confiança. Portanto: combine os cuidados com a pele e muito abraços quentinhos.

Confira também um artigo sobre a importância da vitamina D para bebês e crianças.


Essas foram as dicas sobre como proteger a pele do bebê no inverno, uma época do ano onde a pele sempre fica mais sensível, e a dos bebês e crianças não é diferente. Não deixe de conferir outros assuntos aqui no blog sobre como cuidar corretamente do seu bebê e/ou de suas crianças. Siga-nos em nossas redes sociais, obrigada e até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *