Dor abdominal durante a gravidez é normal?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Se ocorrer dor no abdômen durante a gravidez, as mães são rapidamente perturbadas. As causas da dor abdominal geralmente são inofensivas. Você pode encontrar mais aqui.

  • A dor abdominal é normal e até um bom sinal (!), Principalmente nos primeiros meses de gravidez. No início, eles podem até ser um sinal de gravidez.
  • O útero fica maior e seu abdômen tem mais sangue, os ligamentos da mãe se esticam. Isso pode causar dor leve.
  • Outras coisas típicas são inchaço e constipação, porque o intestino também muda durante a gravidez.
  • Se a dor for intensa e possivelmente acompanhada de sangramento, você deve definitivamente procurar aconselhamento médico.

Você realmente queria ser feliz com o seu crescimento do bebê, aproveitar a gravidez ao máximo. Mas então? Dor! Na barriga! Muitas vezes, existe uma preocupação crescente de que algo possa estar errado com o bebê. A dor abdominal durante a gravidez é bastante normal até certo ponto e não é motivo de alarme. Explicaremos o que causa dor de estômago e o que irá ajudá-lo.

Causas de dor abdominal na gravidez são muitas vezes inofensivas

A dor abdominal é normal e até um bom sinal (!), Principalmente nos primeiros meses de gravidez. Seu corpo está trabalhando a toda velocidade. Músculos, ligamentos e órgãos estão agora muito mais estressados. O útero fica maior e seu abdômen tem mais sangue. Você já deve ter ouvido falar dos ligamentos da mãe que prendem o útero ao osso pélvico. Durante a gravidez, os ligamentos da mãe se esticam – a dor é semelhante, como se o período estivesse prestes a começar. Outra possível causa de dor abdominal pode ser inchaço e constipação. Quase metade de todas as mulheres grávidas sofre com isso, especialmente nos três primeiros meses de gravidez. progesterona garante que os músculos lisos relaxem por todo o corpo – infelizmente também no intestino. Há também uma mudança na produção de enzimas do estômago, necessárias para a digestão. Isso muitas vezes leva a uma sensação desconfortável de plenitude, flatulência ou dor abdominal.
Mais tarde também é possível: seu filho causa dor na barriga com seus poderosos chutes e exercícios de ginástica animados ou simplesmente com sua posição.

Estou grávida e com dor de estômago. O que eu posso fazer?

Antes de tudo, é claro que a causa da sua dor abdominal deve ser esclarecida. Mesmo que a dor abdominal na gravidez não signifique que algo está errado com o bebê, é melhor ir ao médico novamente e garantir clareza. Mencione também qualquer sangramento no meio ! Se o ginecologista determinar que sua dor provém dos ligamentos da mãe que se estica, um banho quente, uma garrafa de água quente ou um travesseiro quente de pedra de cerejeira geralmente ajudam. E acima de tudo uma coisa: descanso e relaxamento.

O que ajuda contra a constipação? Beba muito! E uma dieta rica em fibras, ou seja, produtos de grãos, como pão integral ou muesli. Fibra alimentar inchar no intestino e garantir que as fezes sejam excretadas mais rapidamente. Também é bom: muito exercício! Cuidado com laxantes! Sob nenhuma circunstância estes devem ser tomados durante a gravidez sem orientação médica.

Você suspeita que sua dor vem de uma situação infantil desfavorável? Tente ir para o suporte de quatro pés. A gravidade dará ao seu bebê um pouco mais de espaço e poderá incentivá-lo a se mover.

A dor abdominal é um sinal de gravidez?

Você está mancando e ainda não tem certeza se está realmente grávida? Seus mamilos são mais escuros e mais sensíveis, você se sente doente e está constantemente cansado? Além disso, você tem tanto esforço no abdômen? Tudo isso pode indicar gravidez. Contudo, nem sempre é fácil diferenciar: os sintomas são os primeiros sinais da gravidez ou o corpo está se preparando para o início do período? Um teste de gravidez ou uma visita ao consultório do ginecologista realmente lhe traz clareza .

Dor abdominal no início da gravidez. Isso é normal?

As mães geralmente ficam inquietas se ocorrer dor abdominal repentina durante a gravidez . A dor varia entre picadas, puxões ou pulsações, e pode parecer contundente ou espasmódica no abdômen. O útero se adapta à gravidez. As mulheres grávidas geralmente sentem esse processo de remodelação na forma de dor abdominal. Um pouco de descanso e relaxamento geralmente ajudam, a dor diminui.

Dor abdominal e cãibras na gravidez. Isso é sinal de aborto espontâneo ou gravidez ectópica?

Abortos são bastante comuns até a 12ª semana de gravidez . O motivo é principalmente que o bebê não está se desenvolvendo adequadamente. Dor abdominal e cãibras durante a gravidez não são necessariamente um sinal de aborto . No entanto, se houver sangramento, você definitivamente deve examiná-lo por um médico.

No caso de uma gravidez ectópica , o óvulo fertilizado não nidifica no útero, mas fora – geralmente na trompa de Falópio. Como o embrião não pode se desenvolver mais lá, geralmente morre duas a três semanas após a fertilização . 

Spotting pode ser um sinal dissoseja na quinta ou sexta semana de gravidez. Dor intensa na parte inferior do abdômen, concentrada apenas em um lado, também pode indicar uma gravidez ectópica. Nos dois casos, as mulheres grávidas devem consultar o ginecologista por questões de segurança.

Dor abdominal à direita ou esquerda. O que poderia ser isso?

A dor abdominal superior pode ser completamente inofensiva durante a gravidez. No entanto, se você tiver dor abdominal persistente, deve sempre ir ao consultório médico para descobrir a causa. Especialmente se você tiver dor no abdome superior direito. O seu médico irá examiná-lo mais de perto porque ele quer excluir que você tem síndrome HELLP .

 Esta é uma complicação rara na gravidez, geralmente após a 20ª semana de gravidez ocorre e, definitivamente, precisa ser tratado. As queixas no abdome superior esquerdo também devem ser examinadas por um médico. A inflamação dos rins é possível aqui. Ou bastante inofensivo: seu filho treina seus músculos, chuta vigorosamente contra o baço e o estômago. Isso pode doer muito.

Um estômago duro durante a gravidez. O que isso significa?

A partir da 20ª semana de gravidez e, especialmente, no último terço da gravidez, seu abdômen pode se tornar incomumente difícil de tempos em tempos. A razão para isso é simples: dores de parto (contrações de Braxton-Hicks). Eles preparam o útero para o nascimento do seu bebê. Assim como dores de parto reais, essas são contrações do útero que andam de mãos dadas com o endurecimento do abdômen. Eles vêm em intervalos irregulares e geralmente desaparecem rapidamente.

Sinto dores abdominais logo após comer. Como assim?

Quão malvado. Você cozinhou bem e apreciou a comida caseira ao máximo. E então: dor de estômago ou uma sensação de pressão no meio da parte superior do abdômen! Você está em boa companhia, porque muitas mulheres grávidas relatam esse problema. Mas lembre-se de que seu filho cresce à medida que a gravidez avança e, portanto, ocupa cada vez mais espaço em sua barriga. Os outros órgãos são simplesmente empurrados para o lado. O estômago simplesmente não tem mais tanto espaço para se expandir. O que ajuda? Pequenas refeições espalhadas ao longo do dia. E coma devagar. Então é melhor você notar quando seu estômago está apertado e você já comeu o suficiente.

Posso tomar medicação para dor de estômago?

A dor abdominal é sempre desconfortável e, durante a gravidez, a dor é um fardo adicional que toda mãe expectante naturalmente deseja evitar. Se possível, as mulheres grávidas não devem tomar alguns ingredientes ativos. Isso inclui, por exemplo, butilscopolamina, que alivia a dor abdominal (contida no Buscopan, por exemplo) ou ácido acetilsalicílico (contido em muitos analgésicos comuns, como aspirina ou ASA). 

Se você realmente não pode ficar sem um tablet, pode usar medicamentos com o ingrediente ativo paracetamol para dor. Ou ibuprofeno (mas apenas no 1º e 2º trimestre, por favor). Basicamente, no entanto, o seguinte se aplica: Não tome nenhum medicamento sem consultar o seu médico.

Dor abdominal na gravidez. Quando devo procurar aconselhamento médico?

As causas da dor abdominal durante a gravidez são principalmente inofensivas, mas sempre devem ser examinadas por um médico. Especialmente quando outros sintomas como febre, diarréia, micção dolorosa ou sangramento ocorrem ou a dor abdominal aparece espasmodicamente. A dor abdominal não precisa estar relacionada à sua gravidez. 

Finalmente, também é possível que pedras nos rins, apendicite ou cistite causem a dor. Portanto, você definitivamente deve relatar sua dor ao seu médico ou parteira. Somente eles podem julgar se você tem problemas normais de gravidez ou se há causas mais sérias por trás deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *